Artigo elaborado pelo Consultor Ferroviário Engº Helio Suêvo Rodriguez.

Além das famosas e aprazíveis praias de Itacuruçá, Muriqui, Praia Grande, Ibicuí, do Saco e o acesso à Ilha Grande, destacamos, anteriormente a criação do município, constituído pela Lei nº 036, de 17/12/1892, ainda naquela época denominado Vila de Nossa Senhora da Guia de Mangaratiba, e com o objetivo de intensificar o transporte de café proveniente de São Paulo e Minas Gerais, a “Companhia Industrial da Estrada de Mangaratiba”, concluiu em 1857 a histórica Estrada Imperial, a primeira e verdadeira estrada de rodagem brasileira, ligando Mangaratiba a São João do Príncipe, posteriormente São João Marcos, o mais antigo município do estado brasileiro, despovoado e demolido na década de 1940, para a formação da Represa de Ribeirão das Lajes.

Outra grande atração turística seria a viabilização do projeto ferroviário denominado “Trem dos Mares da Costa Verde”, entre Itacuruçá e Ponta de Santo Antônio (Ibicuí), tendo um percurso de 16 km.

Visando viabilizar a proposta básica para a implantação do referido trem, se faz imprescindível ações e entendimentos na esfera municipal, Concessionária MRS – Logística, Secretaria de Estado de Transportes do Rio de Janeiro, Operadoras de Transporte Turístico e Entidades da Sociedade Civil do município e do estado para o desenvolvimento dos estudos.

Rio de Janeiro, 23/09/2020