Por Geraldo de Castro Filho

Texto enviado para FORÇAFERROV, Paiva, Helimar, HelioRegato, Manoel, Mircia, casacivil@presidencia.gov.br,

A VALE corrompeu políticos, governos, imprensa, empresas de fiscalização para destruir a RFFSA, cidades, rios, famílias, cidadãos e trabalhadores. Muito acreditam que a VALEC, cujo nome deriva de VALE, foi criada para substituir a inigualável RFFSA. Ledo engano!!!

Não tem como comparar a VALEC com a nossa amada RFFSA. A RFFSA era a REUNIÃO das ferrovias nacionais.  Administrava e facilitava o trânsito, o escoamento e o translado de cargas para os mercados interno e externo, bem como o trânsito de e passageiros; entre todos modais ferroviários do BRASIL.

Administrava, projetava, mantinha e construía as infraestruturas de ferrovias. A RFFSA não foi privatizada, como muitos propagam!

FOI ESQUARTEJADA e os trechos ferroviários foram cedidos em CONCESSÕES mal contratadas e mal fiscalizadas, mas BENEFICIANDO a grande IDEALIZADORA DO EXTERMÍNIO DA RFFSA:  a maldita e hoje assassina Cia VALE do Rio Doce atualmente, apenas VALE pra despistar.

Mas as CONCESSÕES, DESTRUÍRAM as interligações estaduais, criando dificuldades de circulação dos trens e eliminaram os trechos considerados SOCIAIS, que beneficiavam pequenas cidades, suas populações e produção, por serem considerados DEFICITÁRIOS. A VALEC, foi criada para administrar a construção, implantar e explorar    INFRAESTRUTURAS DE NOVOS TRECHOS FERROVIÁRIOS.  A VALEC já tem projetos de grande importância, como a finalização da NORTE SUL, e outros já elaborados. Muitos deles estão aguardando LICITAÇÕES.

Ocorre que o governo passado DESVIRTUOU a finalidade da VALEC colocando GESTORES ORIENTADOS PARA DESVIOS FINANCEIROS PARA O PROJETO DE PERPETUAÇÃO NO PODER NACIONAL.

Muitos ótimos projetos gastaram fortunas SEM LIGAR NADA A LUGAR NENHHM.

Outro grande mal do governo petista foi designar a VALEC como mediadora dos interesses dos ferroviários da extinta RFFSA. Os mal intencionados e mal orientados gestores da VALEC se primaram em buscar eliminar todos direitos adquiridos dos ferroviários autênticos inclusive CRIANDO um PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS TOTALMENTE DIFERENTE do plano de salários  antigo  dos empregados da RFFSA de forma a permitir que os SALÁRIOS DE MERCADO APLICADO E OS REAJUSTES da VALEC fossem  IMENSAMENTE SUPERIORES AOS  DOS   AUTÊNTICOS  FERROVIÁRIOS DA RFFSA.

O nome VALEC deriva do nome “VALE”, cujos administradores que corromperam governos, políticos, imprensa, fiscalizações, etc para obter lucro máximo em suas atividades, podem  ter sugerido, quem sabe GRATIFICANDO, ao ENTÃO PODER CENTRAL  em BRASÍLIA, para que o nome em forma de marketing, lembre a (ASSASSINA) MINERADORA, que destruiu não apenas a  RFFSA mas também várias cidades, rios, famílias  e populações em Minas Gerais.

O atual governo age corretamente em manter os projetos e a estrutura da VALEC, mas para obter melhores resultados é RECOMENDAVEL MUDAR O NOME da ESTATAL e substituir os “quadros” de comprovada conduta ineficiente e duvidosa. SUGERIMOS TAMBÉM, que o governo atual convoque líderes e técnicos ferroviários da extinta RFFSA, buscando em reunião resgatar a dignidade destes Ferroviários ELIMINANDO DIFERENÇAS SALARIAIS ENTRE OS MESMOS E OS EMPREGADOS DA VALEC que foi covardemente instituída pelos antigos gestores da VALEC.

Por oportuno relatamos que uma COMISSÃO PARITÁRIA criada pela própria VALEC, concluiu pela necessidade e forma de proceder à JUSTA PARIDADE entre os funcionários, mas a EFETIVAÇÃO DA JUSTA PARIDADE FOI TEMPESTIVAMENTE NEGADA PELOS GESTORES SUCESSIVOS.

Atenciosamente,

Eng. GERALDO DE CASTRO FILHO

            FERROVIÁRIO