Correio Popular (Campinas-SP) – O governo federal pretende transferir para a iniciativa privada até o meio deste ano, em leilão, a área de 38.330 metros quadrados liberada para empreendimentos empresariais no pátio ferroviário da antiga Ferrovia Paulista S.A. (Fepasa). O desenvolvimento de projetos privados se tornou possível com as mudanças no processo de tombamento do complexo ferroviário aprovadas pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Campinas (Condepacc). Além da área a ser leiloada, a Prefeitura de Campinas negocia com União a cessão onerosa de outra área de 150 mil m², para locá-la a empresas.

O próximo passo a ser dado pela Secretaria de Patrimônio da União (STU) é o desmembramento da área de 38.330 m² do restante do pátio, que totaliza 310 mil m², para a abertura do leilão que definirá a empresa vencedora da alienação e responsável pelo empreendimento. Essa parte do complexo poderá ser usada para a implantação de empreendimentos imobiliários, como edifícios residenciais ou comerciais, como shopping center.