O consórcio TPF Getinsa Eurostudios/Sener Setepla foi escolhido para realizar o levantamento técnico de uma nova ferrovia. Trata-se de um grupo espanhol que se associou a empresas brasileiras e irá avaliar a viabilidade de construir 1,3 mil quilômetros de linha férrea entre Dourados (MS) e Paranaguá. O trabalho deve ser feito em 12 meses e está sendo custeado com recursos conseguidos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

O secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex de Oliveira, diz que é um passo importante para retomar os planos de fazer uma malha férrea inovadora e capaz de servir ao estado e também os vizinhos, levando cargas com mais rapidez e menor custo.

Fonte: Correio do Povo, Revista Ferroviária

 https://www.gazetadopovo.com.br/parana/estudo-viabilida…