Por Fernando Abelha

Há cerca de quatro nesses a Fundação REFER se encontra sob intervenção branca da Superintendência Nacional  de Previdência Complementar – PREVIC, órgão regulador e fiscalizador dos fundos de pensão, subordinado atualmente ao Ministério da Fazenda.

O Conselho Deliberativo está assumindo, há quatro meses, a gestão da REFER enquanto aguarda a homologação dos nomes de três novos diretores – Presidente, Financeiro e de Seguridade, encaminhados a PREVIC há mais de um mês.

No decorrer desse período o Conselho Deliberativo – CODEL, com ampla dedicação de seus membros, mesmo com carga de trabalho ampliada, de vez que alguns  se encontram em atividade nas empresas patrocinadoras da REFER,  vem se reunindo diariamente, em caráter extraordinário, das 14 às 18 horas na condução dos segmentos financeiros, administrativos e de seguridade, cujo trabalho desenvolvido vem sendo elogiado pelos técnicos da casa, por sua segurança e eficácia.

Mesmo assim, é importante que, no menor prazo possível, a PREVIC decida pela homologação dos novos diretores, todos aprovados em seleção entre os ferroviários participantes da Fundação, para que a REFER retorne às suas atividades normais em cumprimento ao seu Estatuto Social proporcionando, assim. garantia e tranquilidade aos ferroviários e metroviários  ativos e assistidos.