Por Fernando Abelha

Colaboração da engª Clarice Soraggi

Recebemos da engenheira Clarice Aquino Soraggi, vice-presidente da Federação de Associações de Engenheiros Ferroviários – FAEF, cópia do documento enviado pela FAEF aos presidentes das Associações filiadas, pelo qual deixa claro a decepção dos seus associados, pelas atitudes prejudicias á categoria dos ferrovi[ários, tomadas pela VALEC Engenharia. Muitos outros importantes documentos foram também disponibilizados  Por motivo de espaço editorial serão publicados gradativamente.

Eis a íntegra do documento da FAEF

“Rio de Janeiro, 17 de março de 2018

Prezado Presidente de Associação Filiada à FAEF

Prezados Ferroviários,

É com grande tristeza que tomamos conhecimento de mais uma atitude sem qualificação por parte da VALEC para prejudicar o ferroviário. Estava marcado para o dia 14/05/2018, o julgamento do nosso dissídio de 2017/2018, às 13:30h.

Pasmem, no dia 10/05/2018 foi pedido adiamento do julgamento do nosso dissídio pois existiria possibilidade de negociação até o dia 31/05/18 e, caso não houvesse nenhum acordo o julgamento ficaria para o dia 11/06/2018.

O pedido foi aceito pela FNTF.

Infelizmente no dia 14/05/2018, foi feita rodada de negociação com a Federação Interestadual dos Trabalhadores Ferroviários – FITF  no TST e a VALEC apresentou proposta danosa à categoria, o que se aceita, seria um imenso retrocesso, pois mesmo sendo outra federação, sempre influencia na decisão com relação ao dissidio, este capitaneado pela FNTF – Federação Nacional dos Trabalhadores Ferroviários

Esperamos que não se repita o cenário de 2003 que infelizmente ocasionou uma divisão e perda para categoria já tão sofrida. Tínhamos reconhecimento e orçamento para pagamento de 28%, e foi assinado acordo de 9% por parte da categoria, obrigando o TST, no nosso julgamento, a nos dar 14%, mesmo reconhecendo que o valor deveria ser os 28%. Este descalabro está documentado, infelizmente, no TST.

Esperamos atitudes firmes da FNTF e dos Sindicatos a ela filiados, na defesa do interesse dos ferroviários, e a FAEF estará a disposição para ajudar no que for preciso pois não poderemos mais admitir tamanho desrespeito com nossos profissionais.

A FAEF concorda com a AENFER em seu comunicado que afirma que espera que se faça justiça com os ferroviários e que se acabe com estas articulações desrespeitosas por parte da VALEC.

Registramos que não estamos pedindo e nem prejudicando ninguém, somente queremos o que temos direito.

A Diretoria”