Por Fernando Abelha

A propósito da matéria divulgada ontem por este blog, Ferroviários contestam o fim da ligação Rio x Vitória, recebemos do leitor Alexandre Said Delvaux, entre outros protestos de vários leitores , o seguinte e oportuno texto:

“A concessionária abandonou diversos trechos alegando “falta de interesse econômico”, “baixa densidade de tráfego” etc. Os seus representantes devem acreditar que somos todos idiotas, Quando a antiga malha centro-leste foi concedida à operação privada, todos conheciam as suas potencialidades e problemas e as linhas “problemáticas” serviram para reduzir o valor de mercado das malhas, justamente para que as concessionárias investissem na recuperação.

Os “espertalhões” assumiram e iniciaram, de imediato, o desmonte dos trechos que não lhes interessavam (ficaram apenas com o “filé”) e os “bobalhões” ficaram esperando uma ação contundente das autoridades, responsáveis pela fiscalização. Ledo engano!!! Defendo uma apuração séria de tudo que ocorreu após a desestatização e punição aos responsáveis pelo abandono de mais de 10.000 km de ferrovias por este país afora. Não podemos ceder!”