Por Fernando Abelha

Em face da programação de pagamento, pela União Federal, da dívida com o Plano de Benefícios dos empregados da extinta Rede Ferroviária Federal – RFFSA, a diretoria da REFER constituiu Grupo de Trabalho formado por técnicos da Fundação, das áreas financeira, administrativa, benefícios e atuarial, para proceder estudos a fim de restabelecer o benefício do empréstimo.

O empréstimo fora sustado no início deste ano, por falta de liquidez da carteira em razão do não recebimento da dívida da União sucessora da RFFSA, que já perdurava por 17 anos. Assim, é estimado que nos primeiros meses de 2018 os participantes da Fundação poderão ter acesso a carteira de empréstimos ou renovação dos que estejam em andamento.