Pesquisa e edição por Luiz Fernando Salles

Os escândalos recentes de corrupção nos fundos de pensão de estatais são pontos fora da curva, avalia o chefe substituto da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc), Fábio Coelho. Conforme ele, boa parte das irregularidades identificadas pelo Ministério Público Federal (MPF) tiveram com base os autos de infração e fiscalizações.

Fonte: Internet, Correio Brasiliense