Colaboração da publicitária Carolina Linhares

Técnicos da Ferroeste e do governo do Paraná, o governador Reinaldo Azambuja e técnicos de Mato Grosso do Sul, se reuniram ontem, dia 16, em Dourados, para tratar da implantação de modal ferroviário. Segundo o Governo do Estado, o projeto prevê o transporte de cargas por ferrovia e pretende contemplar a construção de 350 quilômetros de trilhos, entre Cascavel, no Paraná, e Dourados.

A ferrovia também passará por Guaíra e Guarapuava no estado vizinho, interligando as cidades sul-mato-grossenses de Amambai, Iguatemi, Eldorado e Mundo Novo, até o Porto de Paranaguá. Com esse traçado, a Ferroeste espera absorver a demanda logística do Paraguai (via Guaíra) e do Mato Grosso do Sul, oferecendo uma alternativa para escoar não só a crescente safra de grãos, mas também da indústria pecuária regional.

No mês passado, em Curitiba, a prefeita de Dourados, Délia Razuk, ouviu o compromisso do governador, Beto Richa, de que Paraná já está buscando investidores internacionais para viabilizar a infraestrutura da ferrovia.

“O governador Reinaldo Azambuja e o secretário de Infraestrutura Marcelo Miglioli também já colocaram toda a estrutura da equipe técnica do Governo de Mato Grosso do Sul para nos ajudar nesse sentido”, afirmou Délia Razuk em nota.

Fonte: Correio do Estado S/A.