Comentários de Fernando João Abelha

Como acontece todos os anos, somente resta aos ferroviários da extinta RFFSA aguardar que a VALEC – Engenharia se digne a cumprir o que determina a legislação em vigor. Indaga-se: Por quê tanta má vontade com a classe ferroviária que somente quer uma reunião para discutir os termos do ACT 2017/18?

Por sua vez, em contatos mantidos, ontem, junto a Federação Nacional dos Trabalhadores Ferroviários – FNTF, obtivemos a informação de que prosseguem os trabalhos junto aos vários órgãos dos poderes governamentais, no sentido de solucionar junto a VALEC – Engenharia a intransigência intempestivamente condicionada pela empresa, para que seja procedida a assentada com os sindicatos da base da FNTF a fim de discutir as cláusulas do Acordo Coletivo do Trabalho 2017/18, encaminhado a VALEC em 30 de março de 2017, conforme determina a Consolidação das Leis do Trabalho – CLT. Temos pleno conhecimento de que a FNTF age, insistentemente, para solucionar o impasse criado pela VALEC, disposta que está,  no momento oportuno, a recorrer a todos os meios cabíveis para obter êxitos em favor da nossa classe.