O ano de 2019 continua com boas notícias para a Fundação REFER, que completou, em 7 de fevereiro, quatro décadas da sua criação.

Ao consolidar as operações de investimentos do exercício anterior, a Fundação registrou rentabilidade acumulada de 13,86% nos investimentos realizados em 2018.

Mesmo diante do cenário de instabilidade econômica provocado pela greve dos caminhoneiros, em maio de 2018, agravado pelo quadro político das eleições presidenciais no país, o resultado positivo alcançado no ano foi superior à Meta Atuarial, que fechou em 9,12% e à Mediana dos Retornos dos Fundos de Pensão, que apresentou 8,77% no período.

A Meta Atuarial é a rentabilidade mínima necessária das aplicações financeiras de um plano de previdência para garantir o cumprimento dos seus compromissos futuros.

Posicionada entre os 27 maiores fundos de pensão do país, segundo ranking da Revista da Previdência Complementar (jan-fev/19), editada pela Abrapp, a Fundação tem dedicado todos os esforços para o recebimento da dívida da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU),  o que impactará positivamente, também, nos planos das patrocinadoras CPTM, CENTRAL, METROFOR e CTB.

Fonte: site da Fundação REFER