Por Fernando Abelha

A propósito da matéria divulgada ontem sob o título “Renovação antecipada das concessões”, o engenheiro Almir Gaspar, presidente da Associação de Engenheiros da Estrada de Ferro Leopoldina, encaminhou ao blog, o seguinte comentário:

Prezado Amigo Professor Abelha, matéria ótima para o momento decisivo que passa o setor ferroviário, tão necessário ao crescimento da economia e custos envolvidos. A proposta da ALAF complementada pelo Engº Frederico Bussinger, grande conhecedor e estudioso do assunto, ex-presidente do CONFEA nos anos 80 e ex-Secretário Executivo do Ministério dos Transportes e Presidente do Conselho de Administração da RFFSA na gestão do ministro Alberto Goldman. No início de 1993 foi idealizador de um Seminário no Ministério dos Transportes envolvendo diversas entidades e empresas do modal ferroviário, onde se debateu de forma abrangente o sistema ferroviário brasileiro. Na época eu como presidente da FAEF e Fernando Uchoa pelo Clube de Engª representamos as entidades do sistema de engenharia, onde foi idealizado um documento com propostas para o setor. Tomo a liberdade de sugerir que a FAEF, juntamente com a AENFER e AEEFL, bem como outras entidades interessadas, convide o Frederico Bussinger e outros técnicos de renome, para um debate, cujo objetivo será discutir e apresentar uma proposta sobre o futuro para as nossas ferrovias. Torna-se difícil de entender que a renovação antecipada dos atuais contratos de concessão das linhas ferroviárias seja a melhor solução, sem uma discussão mais ampla para o melhor aproveitamento dos mais de 20.000 km totalmente abandonados, cujo prejuízo ao patrimônio público é um absurdo.

Com um forte abraço, do amigo,

Almir Gaspar