Entre muitas outras mensagens sobre o descalabro a que destinaram as nossas ferrovias, recebemos do engenheiro Almir Gaspar, vice-presidente da Associação dos Engenheiros da Estrada de Ferro  Leopoldina a mensagem republicada abaixo, que merece amplo destaque:

“Prezados, realmente vocês têm toda razão. Sabemos das dificuldades de ir contra toda essa estrutura, mas temos que insistir e mostrar toda essa destruição do patrimônio público. Não só as vias férrea, mas as estações, vide Barão de Mauá abandonada, não demorará muito para ficar caindo aos pedaços. Vai virar um prédio em ruínas, caso não seja tomada uma decisão sobre o mesmo. Este é o maior exemplo da falta de cuidado com um patrimônio histórico valiosíssimo. Este espaço que o nosso amigo Professor Fernando Abelha vem diariamente denunciando tais descalabros, pode sim ser muito bem aproveitado para além de denunciarmos, também propormos soluções sobre as ferrovias brasileiras. Meus cumprimentos ao Alexandre Delvaux e ao João Batista por seus pertinentes comentários. Não podemos nos omitir. Parabéns ao Prof. Abelha, um jornalista sério e competente, com tantos anos de experiência, dedicando-se as causas ferroviárias.”