Ferrovia do aço abandonada.jpg
Divulgação Internet

Colaboração de Silvio Ferreira

Edição: Luis Fernando Salles

A Ferrovia do Aço foi projetada na década de 1970 para escoar a produção de minério de ferro de Minas Gerais para a CSN em Volta Redonda/RJ e para a COSIPA em Cubatão/SP. Como o traçado passaria por um terreno muito acidentado, o projeto previa uma quantidade absurda de viadutos e túneis, o maior deles com mais de 8 quilômetros, o que exigiria uma linha duplicada e eletrificada.

Apenas o trecho entre Volta Redonda e Itabirito/MG foi construído, sendo que o trecho entre Minas e São Paulo não foi sequer iniciado. Há um trecho de cerca de 30 quilômetros entre o final da Ferrovia do Aço, em Itabirito e Belo Horizonte onde há várias obras de arte abandonadas por onde iriam passar os trens mas, infelizmente, ele nunca foi concluído.

É bom frisar que o material da eletrificação da ferrovia (locomotivas, transformadores, etc.), importado da Inglaterra e que custou mais de meio bilhão de dólares (valores da época!), apodrece num galpão da antiga RFFSA em Cruzeiro/SP.

Abaixo vão algumas fotos e imagens obtidas via internet que bem mostram onde foi parar o dinheiro do contribuinte. É o caos e abandono. Um monumento ao descaso do poder público de nosso país.

Fonte: Internet