Pesquisa e edição: Luis Fernando Salles

 
O INSS e vários Fundos de Pensão alertam aos seus aposentados, sobre estelionatários que tentam aplicar golpes por meio do envio de correspondência ou contatos telefônicos em vários Estados da Federação, através de correspondência de uma entidade denominada “Confederação Geral de Previdência Privada”.

Na carta enviada pelos estelionatários,  intitulada “Restituição das Contribuições do Plano de Aposentadoria Complementar”, constam supostos valores a serem “restituídos” ao participante a título de encerramento de sua conta previdenciária vinculada ao seu plano de previdência oficial ou privada.

Os fraudadores apresentam na correspondência um valor fictício de “Saldo para Resgate” e, para que o montante seja liberado, o participante deve fazer um depósito em uma conta corrente por eles informada a título de “Habilitação de Resgate” e “Custas e Emolumentos”, com urgência. Caso contrário, o cidadão corre o risco de perder o direito de receber o dinheiro.

Caso o participante tenha sofrido essa abordagem, é importante o registro imediato de um boletim de ocorrência na Polícia Civil e comunicação do fato ao INSS e a Fundação REFER. É importante que os participantes fiquem atentos e não confiem em contatos que prometam apressar andamento de processos previdenciários, liberar valores atrasados, entre outras facilidades. Os estelionatários sempre se utilizam desse tipo de argumento para enganar as pessoas. Em casos de dúvidas entre em contato com o seu Fundo de Pensão através da Central de Relacionamento: Fundação REFER – Telefone 08007096362 

Fonte: Postalis; AssPreviSite