Texto do eng. Geraldo de Castro Filho

Parabéns ao ferroviário Fernando  João Abelha Salles, pelo excelente artigo no blog “ferrovia vez e voz”,  que explicita o DRAMA DOS FERROVIÁRIOS DA EXTINTA RFFSA, cujo currículo de heróis do desenvolvimento nacional pelos serviços prestados no transporte de cargas e de pessoas durante décadas de dedicação abnegada, tem sido desde o governo do Fernando Henrique Cardoso e de suas crias apátridas, Lula e Dilma, jogados no descaso e pobreza pelos governantes, juízes dos tribunais e pelos políticos em geral, umbigocratas, muitos corruptos, sugadores dos nossos impostos. .

Não bastasse não corrigir os nossos proventos nos últimos três anos, que já se acham desfasados e achatados em mais de 50%, sendo inferiores aos salários dos pseudos ferroviários da famigerada VALEC e da guerreira CBTU/CPTM, além dos bem remunerados funcionários dos Ministérios do Governo Federal.

O governo, arbitraria e covardemente, tem se negado a cumprir leis e decretos garantidores de direitos como à paridade aos recentes ferroviários aposentados como, também, o reajuste salarial dos aposentados mais antigos e empregados ainda ativos transferidos para a VALEC.

Creio ser o presidente Bolsonaro a última esperança dos brasileiros em geral, em ver a nação retomar os trilhos da recuperação e do desenvolvimento. É também a derradeira esperança do ferroviário da extinta RFFSA, que votou na sua eleição, de determinar que seja feita justiça nos pleitos de nossa laboriosa classe profissional.

Eng. Geraldo, de Castro Filho

          FERROVIARIO