Pesquisa e edição por Luis Fernando Salles

Após dois anos de um incêndio que destruiu a subestação de energia da Trensurb em Sapucaia do Sul, o serviço de trens da Região Metropolitana de Porto Alegre segue operando com composições de apenas 4 carros. A volta dos trens com 8 vagões só ocorrerá em dezembro.

Para os comboios rodarem completos, é necessário o funcionamento da subestação. A empresa Siemens está tocando a obra, que deverá ser concluída no fim do ano, e deve custar R$ 18,57 milhões.

O Metrô de Porto Alegre é operado pelo governo federal, por meio da empresa Trensurb (Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S.A.). A linha conta com 22 estações, totalizando 43,4 km de extensão. Transporta cerca de 228 mil usuários por dia.

Fonte: Via Trolebus