Pesquisa e edição por Luis Fernando Salles

Já faz 20 anos que a cidade da Lapa ouviu pela última vez o apito de um trem de passageiros. Cortando a cidade, os velhos trilhos da ferrovia inaugurada no final do século XIX passaram a conduzir apenas as cargas que chegam e saem pelo Porto de Paranaguá. Mas a vontade de trazer de volta aquele velho assovio permaneceu pulsando na memória de muitos moradores e no coração de um grupo de apaixonados pela linha férrea.

Agora, a Prefeitura da Lapa tem um plano sólido para devolver à Lapa o encanto das composições que carregam passageiros. A administração municipal vai apresentar à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) o projeto do Museu Dinâmico da Ferrovia. Trata-se de uma iniciativa para incentivar a preservação da memória ferroviária local.

O projeto vai utilizar a primeira locomotiva a vapor a ter circulado no Paraná. Trata-se da maria-fumaça nº 11. Produzida em 1883, durante anos ela ficou exposta no Shopping Estação, em Curitiba. Restaurada pela Associação Brasileira de Preservação Ferroviária, a Maria Fumaça está pronta para voltar a rodar. Além dela, a composição terá, a princípio, dois carros de passageiros. Um terceiro carro também está nos planos.

Fonte: Gazeta do Povo