Comentários de Fernando Abelha

Colaboração do jornalista José Américo

O que, possivelmente, é novidade para muitas pessoas, em nada surpreende aos ferroviários brasileiros. O vídeo abaixo mostra uma composição chinesa com destino a Alemanha através do Cazaquistão, Rússia, Bielorrussia e Ponônia, em uma distância de 10.214 Kms.

Os ferroviários da extinta RFFSA têm, ainda, em sua memória, as  composições da Vale do Rio Doce entre Minas e Vitória – ES com tração quadrupla, em bitola estreita, formando composições acima de 100 vagões carregados de minério para o Porto de Tubarão, no Espírito Santo. Da mesma forma a RFFSA, na Ferrovia do Aço, no ramal de São Paulo, na linha de Campos – RJ e no Tronco Sul formaram trens com tração dupla, puxando mais de 60 vagões.

A experiêcia chinesa ocorreu em 13 de junho do ano passado com 200 vagões em caráter experimental, para atingir a 300. O tempo de viagem foi de 14 dias, enquanto que, comparativamente, se o mesmo transporte fosse por navio, levaria cerca de dois mêses.

No vídeo, o trem assemelha-se a uma serpente que circunda a colina. São quatro locomotivas para puxar a longa composição de vagões. Vale a pena assistir o vídeo até o final.