Por Fernando Abelha

O descaso do governo com o patrimônio público, após a liquidação da Rede Ferroviária Federal, hoje com milhares de quilômetros abandonados à própria sorte, ocasionando o furto de amplo material, estações depredadas, invadidas, e os ferroviários sem que seus salários sejam reajustados, clama uma ação mais enérgica do Governo Federal.

Esse crime de lesa-pátria é denunciado, constantemente, sem que se obtenha qualquer medida governamental, para dar um basta a este estado de coisas. A propósito, o Eng. Alexandre Said Delvaux,de há muito, publica neste blog os seus comentários, que demostram, claramente, o crime de abandono com a coisa pública.

Eis a mensagem encaminhada pelo engenheiro ferroviário:

“Mais da metade das linhas da extinta RFFSA foi criminosamente abandonada. Trechos ferroviários que serviram como redutores dos preços da concessão e do arrendamento foram simplesmente abandonados e, consequentemente, invadidos, furtados e…nada, absolutamente nada aconteceu. Multas foram aplicadas, mas o valor das multas deve ser aplicado na empresa

pela própria empresa penalizada. A piada é pronta.

Qual o valor dos imóveis depredados? Qual o valor da faixa de domínio invadida? Qual o valor dos trilhos e dormentes furtados? Qual o valor do dano causado à Nação?

Isso não preocupa as autoridades!

Alexandre Said Delvaux”