Sem qualquer complacência, em plena pandemia, quando o País registra mais de 13 milhões de desempregados, na última terça-feira, 04/08, a concessionária METRORIO demitiu 360 empregados do seu quadro. Muitos estavam em casa trabalhando em home office. Foram chamados pelo telefone e desligados.

Para se ter uma ideia, o setor financeiro foi totalmente extinto e passará a ser feito diretamente pela INVEPAR. Esse número de demissões, passou a ser o maior após a concessão do sistema metroviário do Rio de Janeiro, realizada em 1998.