Por Fernando Abelha

Obtivemos, ontem, junto a Federação Nacional dos Trabalhadores Ferroviários – FNTF, cópia do ofício enviado aos sindicatos da base e a VALEC em defesa dos interesses da categoria, quanto a revisão salarial 2018/2019, direito aguardado desde 1º de maio do ano passado:

Eis a íntegra do documento:

                                                                 Rio de Janeiro, 04 de janeiro de 2018.

Ilmo. Senhor Mauro Sergio de Almeida Fatureto

Superintendente de Gestão de Pessoas-VALEC

A Federação Nacional dos Trabalhadores Ferroviários, na pessoa de seu Presidente, amparada por todos os sindicatos filiados à nossa entidade, vem à presença de V.S.ª para externar a sua contrariedade e, ao mesmo tempo, deixar claro que novamente teremos que nos encontrar no Tribunal Superior do Trabalho.

Isto porque a proposta que, diga-se de passagem, já é a terceira a nós encaminhada, vem sendo gradativamente dissolvida por essa administração. Não é justo que uma empresa do porte da Valec, com uma correção salarial fixada pelo Governo Federal em 1,69% data-base para vigorar a partir de maio, ainda seja diminuída o pouco que está sendo concedida pelo governo, que chega na realidade a 1,01%.

Isso não seria somente o importante, mas sim o que consta na parte final da sua carta, que se o documento viesse a ser assinado pelas entidades passariam a vigorar a partir daquela data e, consequentemente, estaríamos jogando para o ar aquilo que conseguimos através de lutas e mais lutas, ou seja, a nossa correção salarial.

Helio Regato

Presidente da FNTF