Pesquisa e edição por Luis Fernando Salles

A área de metais da concessionária Vale está passando por uma reorganização em sua estrutura, incluindo processos e pessoas. O objetivo é preparar-se para um cenário de maior demanda por níquel de alta qualidade no futuro, o que se vincula ao desenvolvimento dos carros elétricos. A Vale tem qualidade no níquel, especialmente em Sudbury, no Canadá, comparável ao minério de ferro de Carajás, no Pará. Mas o problema hoje é que a mineradora vende parte de seu níquel de alta qualidade para o mercado de aço inox, sem receber “prêmios” sobre os preços de referência.

Fonte: Valor Econômico, Internet.