Texto e edição de Luis Fernando Salles

Dando continuidade ao tema apresentado no último domingo, sobre o novo trajeto turístico Rio-Minas, na postagem de hoje, vamos relembrar sobre a antiga Estrada de Ferro Praia de Mauá – Petrópolis, que hoje em dia se encontra desativada.

baronesa
Divulgação Internet

Idealizada pelo empresário Irineu Evangelista, posteriormente conhecido como Barão de Mauá, a estrada de ferro foi inaugurada em 30 de abril de 1854, sendo a primeira do Brasil. Inicialmente, seu trecho possuía 14,5 km, que ligavam o Porto de Mauá a Fragoso, no Rio de Janeiro. Pouco depois, em 1856, a ferrovia foi estendida para subir a serra até Petrópolis, passando a ter mais 15,9 km.

(Se você quiser conhecer melhor a história da Estrada de Ferro Mauá, acesse o link: http://www.guiadepacobaiba.xpg.com.br/ferrovia.htm)

O retorno da E.F Mauá, traria um impacto significativo na circulação de sua região. De acordo com a AFPF, a ferrovia poderia transportar 11.200 pessoas por dia, quase 8.000 a mais do que o necessário para que sua operação seja economicamente viável. Além disso, seria fundamental para a revitalização da cultura e economia  do local, já que perderam muita força após o fechamento do trecho.

O Blog Ferrovia Vez e Voz, deixa aqui seu posicionamento a favor de projetos que sejam justos e honestos, para que se possa reformar esta tradicional estrada de ferro, possibilitando que a sociedade fluminense possa usufruir mais uma vez dos benefícios trazidos por ela.

Fontes: AFPF – Associação Fluminense de Preservação Ferroviária e A Casa Fluminense (Site)