Pesquisa e edição por Luis Fernando Salles

A Via Engenharia foi a vencedora da licitação para construir a estação Cine Brasília do metrô do Distrito Federal, na 106 Sul. A obra custará R$ 18,7 milhões aos cofres públicos – uma diminuição de 9,5% em relação ao valor inicialmente previsto, de R$ 20,7 milhões. O resultado do certame foi publicado no Diário Oficial do DF.

A empresa foi alvo da Operação Panatenaico em 2017, durante investigação da Polícia Federal sobre um suposto esquema de corrupção que superfaturou obras do estádio Mané Garrincha, em Brasília, em troca de propina. No total, 21 pessoas foram indiciadas.

No ano passado, a companhia também foi alvo da Justiça do Distrito Federal, que determinou a suspensão de cláusulas do contrato de construção do novo Centro Administrativo do DF, construído em consórcio entre Odebrecht e Via Engenharia.

O Metrô informou que, “já que as maiores empreiteiras do país estão sendo investigadas por envolvimento em esquemas de corrupção”, pediu orientação a seis órgãos de controle – entre eles, a Controladoria-Geral, o Tribunal de Contas e o Ministério Público do DF – antes de lançar o edital.

A empresa disse que o contrato da estação Cine Brasília prevê uma “cláusula anticorrupção inédita no Brasil”. O Metrô exige que a empresa assine um termo de conduta – é mandatório que tenha um programa de integridade interno com os funcionários, a fim de evitar atos de corrupção.

Fonte: G1