Advogado Ricardo de Souza Santos

Diretor de Seguridade da REFER

         Finalmente, chegou o momento tão esperado por todos aqueles ligados à Fundação REFER: o dia do recebimento dos valores oriundos da dívida da União com o plano de benefícios da patrocinadora Rede Ferroviária Federal.

         Mais do que uma vitória em um processo de quase duas décadas de existência, o mais importante foi a união e a demonstração de força da categoria ferroviária, que soube, ao longo do tempo, não só manter-se coesa, como também agregar importantes aliados nesta justa reivindicação, não podendo ser outro o desfecho senão o de total sucesso desta empreitada.

         São justas e merecidas as comemorações, visto que os horizontes sombrios que se avizinhavam já não perduram, mas, ato contínuo a esta inegável vitória, devemos nos preparar para o futuro e as importantes batalhas que ainda temos a travar, sendo de fundamental importância a manutenção da aliança construída entre sindicatos, associações e todos os defensores da classe ferroviária.

         Agora que os valores ingressaram, e o principal plano de benefícios da Fundação volta ao seu equilíbrio, aumenta a responsabilidade de todos com a transparência e a fiscalização da correta aplicação destes recursos, por meio não só dos órgãos estatutários internos ou governamentais, mas, principalmente, através da constante cobrança dos ferroviários, metroviários e previdenciários, que são os construtores e a verdadeira razão de ser da REFER.

         Não poderia de forma alguma deixar de externar meu profundo agradecimento aos empregados da Fundação REFER, que, mesmo nos momentos mais difíceis, nunca arrefeceram e, durante todo este período, souberam com coragem e dedicação ímpares ajudar no recebimento da dívida, subsidiando a Diretoria com preciosa argumentação técnica. Meu reconhecimento e agradecimento a todos.

         Ganhamos importante batalha, mas ainda perdura outra grande preocupação, que é a dívida da patrocinadora CBTU, cujo recebimento, embora encontre-se bem encaminhado, nos obriga a manter firme a mobilização para o seu equacionamento.

         Terminamos o ano com excelentes notícias e iniciamos o vindouro repletos de esperança de que nossas expectativas serão plenamente realizadas e de que juntos somos mais fortes e capazes de continuar a luta daqueles que nos antecederam, deixando um legado do qual as gerações futuras poderão se orgulhar.

         Que Deus em sua infinita misericórdia e bondade abençoe o lar de todos e permita um 2018 cheio de alegrias, saúde e paz.

“Hoje na cidade de Davi, nasceu o Salvador, que é Cristo, o Senhor.”

(Lucas 2:11)