Pesquisa de Luis Fernando Salles – estagiário

Uma movimentação societária é aguardada para acontecer, em breve, em alguns dos principais conglomerados dos shoppings centers do País, com fundos de pensão vendendo suas participações.

De um lado, as fundações com planos mais maduros buscam liquidez para fazer frente às aposentadorias. Do outro, as donas de shopping avaliam comprar fatias adicionais nos projetos que já detêm participação, pois consideram um investimento mais seguro do que a inauguração de novas unidades em tempos de crise.

Além dos fundos de pensão, o ressegurador IRB Brasil é um potencial candidato a vender sua fatia em shoppings. A entidade tem uma participação remanescente nos Shoppings Iguatemi. No entanto, o movimento de venda estaria condicionado à sua abertura de capital, que já
foi adiada duas vezes, mas pode ser retomada em 2017. Da parte do Iguatemi, haveria interesse no negócio.

Fonte: Agência Estado